Dar sem esperar algo em troca – Frank Sonnenberg Online

give, generosity, giving, selflessness, no strings attached, giving to others, the benefits of giving, quid pro quo, tit for tat, one hand washes the other, hidden agenda, what’s in it for me?, no strings attached meaning, Frank Sonnenberg
cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Quando você faz um favor a alguém, espera que ele retribua? Ou você dá livremente, sem esperar algo em troca?

Algumas pessoas esperam se beneficiar toda vez que fazem algo. Não importa se eles se esforçam para encontrar um amigo, fazem uma tarefa em casa, passam horas extras no escritório, se inclinam para trás para um cliente ou consolam um vizinho em um momento de necessidade. E mesmo que eles não expressem suas expectativas imediatamente, você sabe que está chegando. Isso é porque eles mantêm um registro mental – e eles têm MUITAS boas lembranças.

Não é só isso, algumas pessoas manipulam outras usando A Lei da Reciprocidade. Este poderoso princípio psicológico afirma que, se você der algo a alguém, o destinatário sentirá compelido para retribuir o favor. Não importa se você dá a alguém um presente, um gesto gentil ou um bem material. O resultado é o mesmo: eles sentirão que lhe devem! Se vocês pensar esse tipo de doação é falso, é.

Quando você dá algo com amarras, seu foco está em como você vai beneficiar pessoalmente. Por outro lado, quando você se entrega sem esperar algo em troca, todo o seu foco é agradar o destinatário.

Você realmente não está dando se espera algo em troca.

Dar com Strings Attached não é realmente dar

Pessoas egoístas têm um olho em dar e o outro em calcular o retorno. Isso não é atraente. Como você vê alguém que…

  • Pensa “O que há para mim?” toda vez que você pede que ela faça alguma coisa?
  • Quer uma medalha por fazer um trabalho extra ou por dedicar um tempo extra no escritório?
  • Pede um favor na primeira vez em que o conhece? (Ele chama isso de rede.)
  • Mantém a pontuação toda vez que ela faz alguma coisa?
  • Faz de tudo para você, mas diz “você me deve”? (E ele quer dizer isso.)
  • Compara seu nível de esforço com os outros, apenas para que ela não esteja fazendo mais?
  • Diz: “O que você vai me dar?” quando você solicita ajuda?
  • Algo realmente bom? (Mas nunca permite que você esqueça.)
  • Te dá uma coisa? (Mas espera ser pago de volta.)
  • Realiza um ato de bondade? (Mas faz você se sentir culpado por isso.)
Leia Também  Se você não pode estar perto dos outros, quem é você?

Uma viagem de culpa não é um grande presente.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Dar sem amarras

Pessoas que adotam um “O que há para mim?” atitude estão obcecados em se beneficiar cada vez que fazem algo. Essa mentalidade tem consequências significativas.

Primeiro, essa atitude é improdutivo. Algumas pessoas ficam frustradas se não se beneficiam de seus esforços. Isso pode levar à raiva e ressentimento – causando atrito no melhor dos relacionamentos.

Segundo, essa atitude é feio. Se você acha que ser egoísta não é flagrantemente óbvio para os outros, está se enganando. Pense nas pessoas em que você pode confiar ou confiar. Pessoas egoístas vêm à mente?

Terceiro, essa atitude é deprimente. Quando tudo o que você faz tem amarras, você nunca experimenta a sensação edificante que advém de dar sem essas cordas anexadas.

Dê pela razão certa

Se você acha que as pessoas se beneficiam de uma mentalidade egoísta, entendeu tudo errado. A doação não deve vir com demandas, condições, uma agenda oculta ou um scorecard.

Quando você se entrega e espera algo em troca, é uma transação e não um gesto gentil. Você tem um olho em suas ações e outro no que receberá em troca. Isso não apenas tira você do momento, mas você não pode faça o seu melhor ou seja o seu melhor quando você tem uma agenda oculta.

Você nem sempre pode se beneficiar da doação de si mesmo. Mas você pode ter muito orgulho em saber que está fazendo uma diferença positiva no mundo. Embora os compradores possam acumular muitas coisas na vida, eles nunca experimentarão a alegria de ser um doador. Aqui está o segredo: dê pelo motivo certo – e seja, não dê nenhum motivo.

Leia Também  Este 'Coolie' anônimo foi o primeiro indiano a fazer uma descoberta astronômica

Você é um doador?

Deixe um comentário e diga-nos o que você pensa ou compartilhe com alguém que possa se beneficiar das informações.

Leitura adicional:
Ser generoso não custa um centavo
Karma: faça sua própria sorte
Bons relacionamentos não mantêm a pontuação
Dando: A lição mais importante da vida
Dicas de rede: faça o trabalho em rede para você
O que é preciso para mostrar um pouco de bondade?

Se você gostou deste artigo, assine o nosso blog para não perder uma única postagem. Receba postagens futuras por feed RSS, email ou Facebook. É grátis.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *